Importância da flexibilidade

Oi gente! Hoje quero falar com vocês sobre flexibilidade. Mas Nutri, o que isso tem a ver com nutrição? Tudo! ⠀⠀

Estar disposto a mudanças e novos hábitos é também estar aberto (e flexível) para um novo modo de se alimentar. Comer sempre as mesmas coisas e ter dificuldade em experimentar novas alternativas é uma forma de estar inflexível. Você pode sim não gostar, mas antes de dizer que não gosta, é preciso experimentar, certo? ⠀⠀

Gosto muito da dança de salão, onde a flexibilidade é uma habilidade. As vezes estou condicionada a fazer um determinado movimento, exatamente naquela parte da música que eu sei que vai ficar do jeitinho que imaginei, mas aí o cavalheiro que está conduzindo resolve propor outro movimento que eu nem imaginava. Se estou “engessada”, posso acabar travando o movimento, não colaborando para a harmonia da dança. Se estou flexível, posso aproveitar o novo movimento de uma forma diferente e até criar outra coisa nova na hora, mesmo diferente daquela que eu havia previamente imaginado. ⠀⠀

Considero a flexibilidade uma arte, seja física, emocional ou mental. Estar aberto a outras ideias, pensamentos, rotinas, alimentos e formas de ver as coisas é se permitir escutar e testar o novo. Novos modelos podem lhe surpreender, inclusive sendo melhores do que aqueles que você considerou durante anos. ⠀⠀

As vezes algo diferente pode aparecer, e se não estou aberta, posso perder uma linda oportunidade de fazer algo maravilhoso. Então deixa fluir. Ouvir mais sem bloqueios pode ser surpreendente. A arte da flexibilidade é ter jogo de cintura, onde deixamos fluir como a água, que encontra sempre um caminho para chegar onde precisa. ⠀ ⠀⠀⠀

E você, também entende a flexibilidade como importante para a vida?

Comments are closed.